25.7.10

Projecto Moda ou Projecto Fora de Moda?

 

É verdade que o facto da RTP1 se tiver antecipado à SIC no dia da despedida do Achas que sabes dançar? e ter estreado o programa não ontem, mas hoje foi um golpe de génio e que lhe terá feito valer mais audiência. Antes da estreia do programa, passei por diferentes reacções. A primeira foi achar que o formato do programa é literalmente uma imitação do original, Project Runway (e é mesmo, desde as deixas da Nayma, ao cenário e músicas de fundo). A segunda foi a de ficar desiludida com a escolha de um dos prémios para o vencedor que consiste num estágio remunerado na Modalfa. Modalfa? Por favor. Se fosse na BCBG MAX AZRIA, Tory Burch, Zac Posen, Phillip Lim ou Erin Fetherston ainda colmatava certos aspectos. Ou mesmo na Lanidor, Ana Sousa, Charles já seria qualquer coisinha. Enfim. À parte disso, os participantes até agora não me encantaram. Achei hedionda a criação de um dos estilistas cujo nome não me recordo agora e que consistia num vestido preto com tule a sair por debaixo da cauda...  A modelo parecia um saco ambulante a arrastar-se.  E não era o único, havia lá com cada uma por lá. O justo vencedor foi realmente o Pedro Reis. O vestido era realmente usável por qualquer mulher, gostei imenso das aplicações em renda. Houve uma ou outra criação que sem um ou outro pormenor ou mais algum detalhe ou melhor confecção ficariam mais interessantes.  A Nayma, enquanto apresentadora esteve pouco à vontade, talvez com tempo a coisa chegue lá. E as deixas continuo a dizer são fotocópia do programa original, só faltava mesmo o "Auf Wiedersehen" proferido por Heidi Klum na despedida. O Paulo Gomes, enquanto "pseudo Tinn Gunn" do programa teve um papel relativamente importante no aconselhamento dos designers. Paulo Gomes é o actual stylist da revista Máxima, foi também director da Moda Lisboa e o autor do programa da RTP 86-60-86. E depois por último a Rosina... Deus meu! Aquela mulher, os trejeitos e o seu sotaque matam qualquer um. Se o programa descambar em termos de qualidade, as audiências com certeza ficarão garantidas à custa da senhora enquanto esta se mantiver por lá. Não será pelas qualidades enquanto estilista. Na realidade, ela pecou por excesso na primeira criação...
Em suma, as minhas impressões do programa correntemente estão num patamar incerto. É mesmo esperar para ver como se desenrolará o programa e se aparecerão criações com cortes e acabamentos mais bem feitinhos e que primem pela originalidade, elegância e não pela banalidade. E vocês o que acharam deste programa? Correspondeu às vossas expectativas, nem por isso ou ainda não têm opinião formada como eu?

5 comentários:

LX State of Fashion por Cátia Santos Reis disse...

Essa criação com o tule branco era HEDIONDA! Pior do que a criação que foi expulsa.

De um modo geral, as criações são fraquinhas. Não sei que designers têm como referência, mas a maioria era mesmo muito má.

Gostei do vestido vencedor, mas penso que não há ali nada de novo!

LX State of Fashion por Cátia Santos Reis disse...

Acho que vou começar a dar mais uso à minha máquina de costura, desenhar mais e, mesmo sem curso nem nada, inscrevo-me para o próximo! aahahha Acho que era capaz de entrar!

Mila disse...

Nossa, que legal! Podiam fazer uma versão de Project Runway brasileira também...
Beijos!

Mariana disse...

ainda nao vi totalmente o programa...mas a nayma como apresentadora nao me convenceu :-/

Anónimo disse...

ugh , k péssimo , a apresentadeira , o juri , tdo mto mau ... não copiem , criem o k é nosso e k se adapte a maneira do país. por favor